O que é neurofeedback?

Neurofeedback é um treinamento que tem como objetivo melhorar o funcionamento fisiológico do cérebro, aperfeiçoando os padrões associados à nossa capacidade cognitiva, física e emocional.

Para mais informações preencha os campos abaixo e receba nosso e-book:


Como funciona o neurofeedback?

Etapa 1 – Levantamento de queixas e objetivos do cliente.

Etapa 2 – Mapeamento cerebral: Sensores são colocados no couro cabeludo e são coletadas e gravadas as ativações elétricas do cérebro para que seja feito um levantamento dos padrões de funcionamento daquela pessoa.

Etapa 3 – Análise de dados e definição do plano de treinamento.

Etapa 4 – Treinamento: Sensores captam sinais do cérebro e enviam a um computador. Um software interpreta esses sinais e os devolve para a pessoa mostrando, em tempo real, como está o seu funcionamento cerebral. É como se o cérebro estivesse diante de um “espelho”. Esse processo tem um grande potencial de auxiliar o cérebro a se auto- modular. “Observando” o seu modo de funcionamento é possível buscar uma forma mais eficiente de ativação.

Além de oferecer a percepção de como está o seu funcionamento esse software também treina o cérebro auxiliando-o a buscar outros hábitos de ativação mais funcionais reforçando-o quando os atinge. Um sinal sonoro e/ou visual é disparado de acordo com o alvo estabelecido para o treino e recompensa o “esforço” exercido pelo cérebro.

Com tudo isso o cérebro percebe e “aprende” rapidamente novas formas de funcionamento.   Ele é desafiado e estimulado a melhorar seu desempenho e os avanços começam a ocorrer no dia a dia da pessoa. Ela passa, por exemplo, a dormir melhor e a se concentrar e relaxar com mais facilidade. Sua memória melhora, ela consegue ficar mais atenta e focada e passa a aprender melhor. Fica emocionalmente mais equilibrada. Tudo isso faz com que o cérebro queira buscar esses novos padrões de forma mais constante.

Com o decorrer das sessões vão ocorrendo mudanças graduais e definitivas. Os padrões cerebrais mudam e, com isso os hábitos da pessoa vão se tornando mais eficiente. Diante desse novo funcionamento o cérebro consolida esse novo funcionamento, não tendo mais por que voltar ao funcionamento antigo. É possível parar de treinar sem que haja recaídas e, inclusive, por aprender formas mais eficientes a pessoa começa a se mostrar cada vez melhor, mesmo após terminar seu processo de treinamento.

Para que serve o neurofeedback?

  • Alto rendimento de atletas e profissionais

  • Ansiedade

  • Atenção

  • Concentração

  • Depressão

  • Dificuldades de aprendizagem

  • Hiperatividade

  • Memória

  • Perdas cognitivas

  • Preparação para vestibular e concursos

  • Problemas de sono

  • Reabilitação neurológica

  • Relaxamento físico e mental

  • E muito mais!!!!